f

Colombiatex 2019: delegação brasileira de empresas têxteis e de máquinas apresentam ótimos resultados na feira latino-americana

Colombiatex 2019: delegação brasileira de empresas têxteis e de máquinas apresentam ótimos resultados na feira latino-americana
8 - Fevereiro - 2019

Entre os dias 22 e 24 de janeiro, a cidade de Medellín (Colômbia) sediou a 31ª edição de uma das feiras mais importantes de tecidos e insumos para o mercado de confecção da América Latina, a Colombiatex de Las Américas. A delegação brasileira marcou presença no evento com 39 empresas de tecidos, insumos para confecção e máquinas para processos produtivos dos Programas Texbrasil e Brazil Machinery Solutions — parcerias entre a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) e a ABIMAQ (Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos) com o apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) –, que apresentaram seus lançamentos ao público e compradores colombianos e, juntas, relataram ótimos resultados e expectativas de negócios.

As 30 participantes do Programa Texbrasil na feira realizaram mais de US$ 6,7 milhões em vendas durante os três dias. As expectativas para os próximos 12 meses são as melhores: segundo as empresas, vão bater os US$ 58,7 milhões. Já as nove empresas do Brazil Machinery Solutions registraram mais de US$ 2 milhões, entre negócios imediatos e futuros para os próximos doze meses.

De acordo com o diretor executivo do Texbrasil, Rafael Cervone, um dos atrativos desta edição foi o conteúdo sobre a indústria 4.0 brasileira divulgado durante o evento por meio de um parceria com o Senai São Paulo e o Senai CETIQT (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil). No estande do Brasil aconteceu exposição sobre as tecnologias dessa manufatura avançada, além de um tour virtual por uma planta inovadora.

“Com essa ação nós mostramos à Colômbia que somos um hub de desenvolvimento de tecnologia avançada para o setor. Tivemos a oportunidade ainda de realizar uma troca intensa de informação e conhecimento. Foi muito bom ver os dois países em sinergia não só nos negócios, uma vez que nossas balanças comercias são balanceadas e complementares, mas também no ensino e na inovação”, ressalta.

“Trata-se de uma inovação pela qual o consumo, a produção e a entrega de produtos de moda são quase 100% automatizados em função de novas tecnologias. Com a Planta de Confecção 4.0, demonstramos, na prática, o conceito de utilização de dados e inteligência artificial para a produção totalmente automatizada, por meio de sensores que monitoram todos os processos em um exemplo de conectividade e integração”, explica a diretora executiva de Mercado Externo da ABIMAQ e gerente do Programa BMS, Patrícia Gomes. “A Audaces, empresa de automação industrial para a indústria têxtil, associada ao Programa BMS, foi quem desenvolveu e disponibilizou sensores e software para a realização dessa experiência interativa com o espelho virtual”, destaca.

Já no âmbito de máquinas e acessórios voltados para a indústria têxtil, o Brasil tem sido referência na América Latina, em função da qualidade, tecnologia e competitividade apresentadas. “O Pavilhão do Brazil Machinery Solutions recebeu importadores de vários países e as vendas e prospecções do setor foram realizadas com compradores diretos, distribuidores e representantes de indústrias da Argentina, Colômbia, Costa Rica, Equador, Honduras, México, Peru e Venezuela”, conta a executiva.

Desfiles
O público da feira também conferiu dois desfiles por dia no estande do Brasil. André Hidalgo, coordenador do evento autoral Casa de Criadores, reuniu três talentos — Renata Buzzo, Tom Martins e Alex Kazuo — para desenhar e confeccionar looks com tecidos e insumos de empresas brasileiras. Na passarela, 27 modelos desfilaram as últimas tendências da indústria por meio dos looks conceituais dos estilistas.

Para o coordenador de marketing da Vicunha, Francisco Gonzalez, o desfile foi um verdadeiro sucesso: “nosso look foi assinado pela Renata Buzzo, uma estilista talentosa adepta do lifestyle vegano. Ela usou a nossa linha sustentável Absolut Eco, perfeito para o shape mais volumoso que criou. Adoramos o resultado do trabalho dela e de toda a equipe”.

Confira abaixo a relação das empresas da delegação do Brasil na feira:

Participantes o Texbrasil:
Cataguases;
Covolan Têxtil;
Rosset
Sancris Linhas, fios, zíperes;
Santanense;
Cedro Têxtil;
Malhas RVB;
SantaConstancia;
La Estampa Tecidos & Artes;
Linhas Trichê;
Hudtelfa;
Santista;
Paramount;
Indústria Denim Canatiba;
Manequins Expor;
Vicunha Têxtil;
Nicoletti Têxtil;
Incotex;
Salotex;
Têxtil J. Serrano;
Dalila Têxtil;
Creora;
MPRO;
Lunelli Têxtil;
Innovativ;
Berlan;
Estrela Aviamentos;
Latina;
Eberle-Mundial;
Pelican Têxtil;

Participantes do Brazil Machinery Solutions:
Audaces;
Orizio;
Castilho;
Censi;
Comelato Roncato;
Delta;
Inarmeg;
SocioTec;
Weko

Sobre o Texbrasil
O Programa de Internacionalização da Indústria Têxtil e de Moda Brasileira (Texbrasil) atua junto às empresas do setor têxtil e de confecção no desenvolvimento de estratégias para conquistar o mercado global. Ao longo quase vinte anos, já auxiliou cerca de 1500 marcas a entrar na trilha da exportação, realizando US$ 3,6 bilhões em negócios. O Programa é conduzido pela Abit em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Sobre o Programa Brazil Machinery Solutions
Fruto da parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), o Programa Brazil Machinery Solutions visa à promoção das exportações brasileiras de máquinas e equipamentos, assim como fortalecer a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico com tecnologia e competitividade. O Programa BMS possui atualmente cerca de 400 membros, entre indústrias de diversos setores, como o agrícola, têxtil, de mineração, plástico, embalagens, entre outros. Em 2018, as empresas associadas ao Programa BMS registraram exportações para 159 países. Para associar-se ao Programa e para mais informações, acesse: www.brazilmachinery.com

Sobre a ABIMAQ
A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) foi fundada em 1937, com o objetivo de atuar em favor do fortalecimento da indústria nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial.

Sobre a Abit
A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), fundada em 1957, é uma das mais importantes entidades dentre os setores econômicos do País. Ela representa a força produtiva de 33 mil empresas instaladas por todo o território nacional, empresas de todos os portes que empregam mais de 1,6 milhão de trabalhadores e geram, juntas, um faturamento anual de US$ 36,2 bilhões.